Sensualidade na beleza da Colcci

23

jan 12

Texto Stephanie Noelle

©Marcio Madeira / Firstview.com

Na Colcci foi a vez de uma mulher bem sexy. E o efeito foi alcançado com uma boca supervermelha, que foi feita não com um, mas dois batons clássicos da MAC, o Ruby Woo e o Russian Red, e unhas da mesma cor, o “Beijo”, da Risqué. Uma mistura palpável pra ser levada pra vida real.

Na pele, o Studio Moisture Fix, a base bem leve Face & Body e o iluminador Mineralize Skinfinish para finalizar, enquanto nos olhos muita máscara de cílios, a Haute & Naughty Lash, mas sem sombra, e com sobrancelha bem marcada. Os cabelos, mais casuais, eram amarrados em coques altos, meio soltos, finalizados com L’Oréal Professionnel Texture Expert Infinium Spray.

Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!

Momento Fashion do 4º dia

23

jan 12

Por Camila Oliveira

A Cavalera mais uma vez fez uma apresentação fora das salas da Bienal do Ibirapuera para mostrar sua coleção da próxima estação. Dessa vez, a Estação da Luz – no badalado centro de São Paulo, virou passarela para a marca, que trouxe muita alfaiataria para os homens e uma silhueta A, babados e mix de texturas para elas, com um desfile de peças-desejo para o guarda-roupa do inverno.

Logo na entrada, um show à parte, que ganhou destaque no 4º dia do evento: um grupo de dançarinas burlescas fazendo performaces ao som da banda “New Orleans Jazz Band”, tudo na emblemática Estação da Luz. A animação tomou conta dos fashionistas e convidados que chegavam ao desfile, e também dos frequentadores da estação que pararam para admirar a apresentação das moças embaladas ao jazz dos anos 60. Bela surpresa preparada pela grife!

©Marcio Madeira / Firstview.com

Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!

Maquiagem sexy e nada óbvia de Fause Haten

23

jan 12

Texto Stephanie Noelle

©Marcio Madeira / Firstview.com

A maquiagem “nada” e “natural” tirou uma folga no desfile de Fause Haten, e deu espaço para um mix de influências feito pelo beauty artist Ricardo dos Anjos.

“Misturamos as mulheres havaianas dos filmes do Elvis Presley com as mulheres de Gianni Versace. Pensei em algo que fosse sexy, mas não óbvio”, explicou Ricardo. Assim, o maquiador optou por uma pele mais cremosa e iluminada, feita com a base hidratante Studio Moisture Fix, com blush mais quente, o Format, e o iluminador Soft and Gentle. Para um olho sexy, lápis preto e uma mistura de marrons e metalizados feita com o pigmento Chocolate Brown, aplicado na pálpebra móvel com o pincel levemente molhado, o pigmento Melon no canto interno e rente aos cílios e a sombra em pó Embark. Além disso, lápis preto Smolder em cima e embaixo do olho, na linha d’água.

A boca também não é nada simples e leva uma mistura de dois batons mais gloss, o Smoked Purple e o Rebel, com Desire ou Pop Mode por cima. Os cabelos, num visual sexy bem clássico, eram todos para trás, com mousse de efeito molhado.

“A gente pegou ícones da beleza cafona e juntamos, de um jeito diferente. Se a pessoa quiser usar na vida, é legal escolher um foco, e não pele+boca+olhos”, ensinou o maquiador.

Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!

As divas 60′s da Cavalera

23

jan 12

Texto Stephanie Noelle

©Agência Fotosite

Sabe as divas da Motown Records, como as da banda “The Supremes”, do comecinho dos anos 60? Então, foram elas a inspiração para a beleza da Cavalera, assinada por Robert Estevão.

Por isso os cabelos com volume no alto da cabeça, ícone dos sixties, acompanhados de delineador bem puxado, “mais punk”, nos olhos, um pouco mais grossinho, feito com o Boot Black Liquid Eyeliner, da MAC. Além da clássica dupla, Robert usou hidratante Moisture Fix, corretivo Studio Finish e o Cream Colour Base como blush, na cor Rich Coral. O iluminador Honour e o batom laranjinha Good to Go finalizam a maquiagem da Cavalera.

Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!

Tendência: comprimento mídi

22

jan 12

Texto Camila Oliveira

Desfle de inverno 2012 da Cori, Animale e Tufi Duek / ©Agência Fotosite

Há algumas estações, grifes internacionais como Prada, Marc Jacos e Marni vêm apostando em saias e vestidos no comprimento mídi – aquele abaixo do joelho, que a primeira vista parece ser difícil de usar e adaptar ao closet da mulher brasileira.

Na temporada de inverno 2012 do SPFW, essa moda dominou as passarelas e estão aparecendo em quase todos os desfiles: Animale, Cori e Tufi Duek são algumas das marcas que trouxeram o comprimento para suas coleções. Mas com tantas dúvidas se vale a pena apostar na tendência ou não, e entre uma apresentação e outra, a L’Officiel Brasil conversou com a personal stylist Adriana Palhares, que explicou como o mídi pode ser democrático e muito bem usado, sim.

Segundo Adriana, esta é uma das alturas mais elegantes do universo fashion e perfeita para mulheres de pernas longilíneas. Para não envelhecer o look nos outros biótipos, o ideal é que seja equilibrado. “A escolha da combinação do top, da modelagem e cortes são essenciais. Faça sempre uma avaliação do seu tipo de corpo: se for baixinha, opte pela composição monocromática e salto alto com acabamento delicado. Já as mais cheinhas ou com quadril largo devem aderir a regra da proporção, com tecidos mais pesados, cores escuras e com poucos detalhes”, explica.

O mix de acessórios e texturas está liberado para todas, que além de rejuvenecer o visual, deixa o look cheio de bossa e mais moderno.

Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!

O olho marrom superfeminino da Huis Clos

22

jan 12

Texto Stephanie Noelle

Helder Rodrigues, beauty artist que assinou a beleza da Huis Clos, foi buscar inspiração no universo feminino. “Mas não queríamos fazer de um jeito óbvio, queríamos o feminino um pouco diferente”, explicou ele.

Para isso, descoloriu a sobrancelha de todas as modelos, “para dar força e sutileza”, e fez um olho marrom com uma mistura de quatro tons diferentes. “Usei a cor Concrete no côncavo, a Brun na pálpebra, Espresso na raiz dos cílios, e a Tempting também na pálpebra, por cima, para dar um brilho. Tem também um lápis bege dentro do olho, o NW25 da MAC”, explicou Helder. No restante da maquiagem, boca nude feita com o batom Myth e blush Sincere.

Nos cabelos, o beauty artist investiu na textura natural do fio, sem produto nenhum, presos em um rabo baixo, que foi dividido entre o meio e a lateral da cabeça.

 

Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!

 

Momento Fashion do 3º dia

21

jan 12

Por Camila Oliveira

Reinaldo Lourenço mais uma vez apresentou uma bela coleção e foi o grande destaque fashion do terceiro dia no SPFW para o próximo inverno. Com inspiração na Catedral de Notre Dame de Paris e no ambiente gótico habitado pelos monges, o estilista trouxe o preto como cor dominante e quase única, mas que ficou longe do óbvio em meio a diferentes texturas, acabamentos, apliques e materiais que construíram peças impecáveis.

O ponto alto da passarela foi a entrada da modelo Katia Selinger com um vestido preto mídi trabalhado em mosaicos. Lindo de se ver!


Acompanhe a cobertura da L’Officiel Brasil pelo twitter e curta nossa página no Facebook!